FLiP, androp e SCANDAL no Zepp DiverCity

live report - 22.06.2016 21:01

Três bandas subiram ao palco durante a segunda noite do evento TIMM, enchendo a noite com uma infinidade de sons de rock.

A abertura da segunda noite do evento TIMM foi feito pela FLIP, uma banda feminina de pop-rock. As meninas imediatamente mostraram um entusiasmo sem fim no palco e fizeram a multidão se mexer com seu som. A FLiP normalmente produz um rock poderoso com um quê doce, mas em JEREMY, as garotas mostram que conseguem fazer um som animador também. A voz da vocalista, Sachiko, não é convencional e possui uma quê afiado que torna a música ainda mais interessante. As linhas de baixo e de guitarra são limpas e fáceis de serem ouvidas. Os membros da FLiP não se mexem muito enquanto tocam, mas o show de luzes coloridas compensa por isso.

Em pouco tempo, já é hora da última canção, e elas mostram em seus últimos minutos como elas podem ser conectadas e engraçadas. A canção é alegre e cativante, com a guitarrista Yuko e suas colegas de bandas indo em direção à bateria, fazendo com que não somente a baterista Yuumi, mas a banda toda, toque o instrumento. Enquanto isso, Yuumi decide deixar com elas, tomando o microfone e instigando a plateia a responder aos seus chamados.

O tempo da canção aumenta enquanto o fim se aproxima, e Yuumi retorna à bateria para que as outras possam continuar a tocar suas próprias partes. Terminando à cappella, a FLiP imediatamente se retirou aos bastidores para dar espaço para a próxima banda.

Set List:

1.. Wonderland
2. MADONNA
3. JEREMY
4. Heisei Jurassic



Pouco depois do fim da apresentação da FLiP, a introdução do quarteto de rock, androp, tem início. A plateia imediatamente começa a bater palmas de acordo com o ritmo e as luzes do palco piscam no mesmo passo. Um por um, os membros sobem ao palco e se preparam para a primeira canção: Voice. Uma forte batida eletrônica dá início a essa canção alegre, com a plateia se unindo à banda, batendo palmas de modo feliz. Em pouco tempo, o androp faz a multidão pular com as mãos no ar.

O guitarrista Sato Takuya vai ao teclado no começo de World.Words.Lights, a batida eletrônica acelerada da canção contrastando com o canto suave e lento do vocalista Uchisawa Takahito. A melodia evolui no teclado e a falta da guitarra é aparente. A banda mostra um lado completamente novo de si mesma e de seu som, quebrando o padrão construído nas canções anteriores. De repente, a bola de discoteca acima do palco começa a girar e acende toda a casa de shows.

A próxima canção segue a deixa de Voice; a guitarra de Takuya volta à cena e a banda começa a se mexer mais sobre o palco. As camadas nas canções são boas de serem ouvidas, especialmente durante o refrão de Run, onde cada instrumento possui um som realmente distinto.

A banda mostra continuidade de estilo e performance; suas canções são facilmente reconhecidas. O androp não gasta muito tempo entre as faixas para MCs – as canções seguem uma após a outra em uma rápida sucessão e, apesar de a performance não parecer apressada, rapidamente chega a hora da última música dos quarenta minutos. Ela começa com uma melodia de tom alto acompanhada por um refrão de “Yeah! Yeah! Yeah!”, que também é o título da canção. Ela possui uma vibração alegre e despojada, com a plateia bem no clima, pulando e batendo palmas. Nesse clima, a festa do androp chega ao fim com um estouro.

Set List:
1. Voice
2. From here
3. Bell
4. Shout
5. World.Words.Lights
6. Dreamer
7. MirrorDance
8. Run
9. One
10. Yeah! Yeah! Yeah!



SCANDAL, outra banda de rock composta inteiramente por mulheres, é a última performance da noite e elas estavam prontas para entreter a plateia com suas canções de pop-rock energéticas e fáceis de ouvir. Em pouco tempo, a multidão está absorta na música, balançando de acordo com o ritmo da primeira música, Stamp!.

Em EVERYBODY SAY YEAH!, os vocais se alternam entre a vocalista HARUNA e a baixista TOMOMI, oferecendo mais profundidade à canção. Após um solo de guitarra esplêndido, elas conversam com a plateia. Primeiramente, a SCANDAL faz todas as garotas da plateia pularem, em seguida os meninos. A banda claramente sabe como divertir o público e a envolvê-lo no show; como, por exemplo, em DOLL, quando elas balançam suas toalhas em certos momentos da música.

As garotas também se juntam à diversão com uma coreografia sincronizada enquanto tocavam. Após o MC, HARUNA anunciou que elas tocariam a mais nova canção da banda, Sisters, lançada em setembro (2015). A música possui uma vibração leve, com um quê de verão, e as partes de violão de MAMI se encaixam bem no clima que elas desejam criar.

A SCANDAL é a única banda a fazer um encore nessa noite e elas dão o melhor de si. Em um rápido MC, elas perguntaram se todos estão curtindo o show antes de darem início a última canção: Awanaitsumorino, genkidene. Essa é uma canção que os fãs sabem de cor. Com um show de luzes avançado que antecipa os movimentos da plateia, piscando quando a multidão pula, a SCANDAL termina a segunda noite do TIMM de maneira espetacular.

Set List:

1. Stamp!
2. EVERYBODY SAY YEAH!
3. DOLL
4. Shunkan Sentimental
5. Shojo S
6. Kagen no tsuki
7. Sisters
8. Your song
9. Image

Encore
10. Awanaitsumorino, genkidene
artistas relacionados
comentários
blog comments powered by Disqus
galeria relacionada
propagandas
  • Radio AniMiX