Entrevista com o LM.C no Brasil

entrevista - 28.08.2016 21:01

O JaME teve a oportunidade de encontrar MAYA e AIJI algumas horas antes do show e conversar sobre o novo single, a visita ao Brasil, anime, seus 10 anos de carreira e planos para o futuro.

No dia 17 de julho, o LM.C fez seu terceiro show no Brasil, no evento Anime Friends. O JaME teve a oportunidade de encontrá-los algumas horas antes do show e conversamos sobre seus o novo single, a visita ao Brasil, anime, seus 10 anos de carreira e planos para o futuro.

Boa tarde! Nas últimas vezes que estiveram no Brasil não tivemos a chance de entrevista-los. É um prazer conhecê-los e ter esta oportunidade.

maya: Muito obrigado!

Faz quatro anos desde a última vez em que vocês vieram ao Brasil. Quais lembranças vocês possuem de suas vindas à América do Sul?

maya: Bem, demoramos muito tempo para chegar aqui, então esta é a minha primeira impressão, até agora. Quando chegamos, achei que estaria muito quente, com altas temperaturas e tempo bom. Desta vez, eu achei que está bem mais frio.

Aiji: Acho que a nossa primeira vinda ao Brasil foi o que ficou mais marcado na minha cabeça. Muitos fãs vieram nos ver no aeroporto, então isso deixou uma grande impressão. Mesmo o público no show, eu sinto que eles realmente querem curtir a música livremente e isso também foi muito impressionante.

Neste ano vocês lançaram um single em março e outro agora no dia 20 de julho. Contudo, foi em 2014 que vocês lançaram seu último álbum, PERFECT RAINBOW. Em que vocês trabalharam neste meio tempo?

maya: Em 2014, lançamos dois mini álbuns e depois unimos tudo em um. Lançamos dois álbuns, chamados PERFECT FANTASY e PERFECT RAINBOW. No ano seguinte, fizemos um compilado juntando os dois, chamado Over the Fantasy, Under the Rainbow e também fizemos uma turnê. Não lançamos músicas novas, pois queríamos fazer outra turnê grande com essas músicas da série Perfect.

Aiji: Após isso, teve o single que lançamos neste ano.

maya: Sim, a produção dele.

Aiji: Fizemos a produção e gravamos.

O que podem nos contar sobre o novo single, RAINMAKER?

maya: Quanto à letra, a mensagem veio enquanto eu estava pensando sobre o que significa estar vivo, então coloquei esse sentimento em palavras. Quanto ao tema, escolhemos “chuva”. É sobre o relacionamento entre si mesmo e o passado. Eu tentei ilustrar o que sinto sobre isso.

Aiji: Com respeito à composição, a letra se transformou em música da mesma forma que temos feito até agora. Contudo, é um rock muito mais adulto, escrito com todo o sentimento e o significado de um LM.C fazendo dez anos.

E quais seus planos a seguir?

maya: A data de lançamento ainda não está oficialmente decidida, mas estamos com um novo álbum em mente desde o ano passado.

Há alguma previsão de lançamento que possam nos contar?

Aiji: Quanto a isso, nós ainda não anunciamos no Japão, então não podemos dizer nada a não ser que será em um “futuro próximo”. (risos)

(Ao escutarem a tradução de “futuro próximo”, os dois acham engraçada a sonoridade das palavras e ficam repetindo e dando risada.)

Vocês estão completando 10 anos de carreira. Como estão as comemorações?

maya: Bem, estou feliz em poder manter nossas atividades por dez anos. Estivemos no Brasil várias vezes, acho que três, e estou feliz que durante esses anos tivemos a oportunidade de vir para cá.

Aiji: Completaremos 10 anos em outubro, mas com isso em mente estamos fazendo uma turnê no Japão. Estamos nos dedicando muito nesta e sabemos que os fãs também estão na expectativa de apresentações incríveis, por isso acredito que será uma boa comemoração.

Desta vez, vocês estarão se apresentando em um evento, com um show ao ar livre, bem diferente dos shows anteriores. O que vocês esperam da noite de hoje?

maya: É a primeira vez que participamos de um festival no Brasil, por isso estamos muito ansiosos. Claro que as apresentações em casas de show foram divertidas, mas estamos muito ansiosos para participar de algo diferente este ano, este evento de anime. É espaçoso, o tempo está bom e, no Japão, não participamos deste tipo de evento. Então, estamos com altas expectativas.

Aiji: Nas duas outras vezes apresentamos shows solo, mas aqui há aquele sentimento particular que esse tipo de evento tem. Estamos ansiosos para experimentar o encanto de nos apresentarmos diante de pessoas que estarão nos vendo pela primeira vez.

Já que estão em um evento de anime, vocês gostam de anime?

maya: Gosto muito, mas não conheço muito. Tenho muito interesse nessa "cultura" de anime. As animações japonesas são conhecidas no mundo todo, o que me faz crer que está no topo de sua categoria, por isso aprecio muito, mas não conheço muita coisa.

Aiji: Também gosto de anime. Também não conheço muita coisa, mas sempre que posso tento assistir alguma coisa interessante.

maya: Você não estava assistindo alguma coisa?

Aiji: Bem, eu gosto de Evangelion.

maya: Eureka Seven também.

Aiji: Eureka Seven... É aquele em que o FLOW fez o tema, não é? Hm... o que mais...

Você parece gostar de Sci-fi.

Aiji: O que é Sci-fi? É tipo ficção científica?

Isso mesmo!

Aiji: Se formos falar sobre filmes, eu gosto de Star Wars. Coisas com robôs também. Como Gundam!

maya: O que é popular no Brasil?

Naruto, Bleach, Card Captor Sakura...

maya: Naruto? Nada mais atual?

Tem Sailor Moon e Ataque dos Titãs também.

maya: Sailor Moon?

Sim, o Crystal.

maya: Ah, o novo! E Youkai Watch? Vocês conhecem? Não passa aqui?

Aiji: Eles podem assistir mesmo que não passe aqui.

maya: Ah, sim! Deve ter online em português, não é?

Aiji: É um anime parecido com Pokémon.

Tem online sim.

maya: As pessoas aqui assistem?

Não é muito popular...

maya: Tudo bem. Pokémon é bom!

E quanto a Pokémon Go?

Aiji: Ainda não saiu no Japão. Está programado para o final deste mês. Vocês estão jogando?

Ainda não saiu por aqui.

Aiji: Que pena!

Sabemos que o público asiático é bem diferente. O que vocês mais gostam no público brasileiro?

Aiji: A forma como o público japonês curte a música é mais passiva, mas aqui a plateia parece mais espontânea. Por exemplo, se fazemos alguma coisa, a reação vem logo em seguida. Isso é uma grande diferença!

maya: É muito fácil perceber que todos querem curtir o show juntos. Isso fica muito claro. Eu não sei a respeito de toda a Ásia, mas os japoneses são mais tímidos. Aqui eu tenho essa impressão de que as pessoas se expressam mais diretamente.

Sendo esta a terceira vez de vocês aqui, já aprenderam alguma coisa em português?

maya: “Olá” e “Obrigado”.

Aiji: Tinha mais alguma coisa...

maya: Uma mais comprida.

Aiji: Era algo como “como está?”.

maya: Não me lembro.

Agora vocês aprenderam “futuro próximo”! (risos)

Aiji e maya: Isso! Futuro próximo!!! (repetem várias vezes e riem)

Para encerrar, poderiam deixar uma mensagem para os nossos leitores?

Aiji: Desta vez fomos convidados para o Anime Friends, mas não viemos ao Brasil por quatro anos. É um lugar que sabemos que não podemos vir com frequência, mas tivemos a chance graças a empresas como a Yamato, e todos no Brasil e América do Sul que pediram por nós. A cena e nossos fãs daqui são tão animados, que se todos pedirem poderemos voltar mais uma vez. Obrigado! (risos)

maya: Estou feliz de poder voltar. Já que este é o 10º aniversário do LM.C, estaremos esperando por vocês em Tóquio. Faremos um show em outubro, então venham nos ver, por favor. Leva muito tempo, mas ficaremos felizes de receber cartas, e-mails, Twittes, ou qualquer outra coisa com mensagens de “Estou indo vê-los!”. Estamos esperando! Eu acho que será muito divertido!

Obrigada pela entrevista!

LM.C: Obrigado!

O JaME gostaria de agradecer ao LM.C e à Yamato por tornarem esta entrevista possível.
artistas relacionados
concertos e eventos relacionados
LM.C 17/07

LM.C  
Sao Paulo - Brazil
Campo de Marte
comentários
blog comments powered by Disqus
temas relacionados

J-Music no Brasil

propagandas
  • Radio AniMiX